Não são poucos as pessoas que chegam até nós, com medo da sensação de estar dentro de água. Saiba como vencer isto e ultrapassar os limites da hidrofobia.

É normal que a pessoa á medida que o tempo passa desenvolva medo pela água, quer seja pela ausência de experiência na mesma, quer seja pelas histórias que vai ouvindo sobre acidentes que acontecem, e que por ser um meio onde não se sabe movimentar, lhe causam maior sensibilidade para o risco.

Mas calma, nunca é tarde para aprender a nadar!
Mas como vencer o medo?

Se desenvolveu algum tipo de medo em relação á agua, saiba que não é impossível que venha a prender a nadar de forma expedita.
O grande impedimento será se você decidir não enfrentar essa dificuldade!

O ser humano e a água

O nosso laço com a água vem desde o ventre onde já passámos alguns meses imersos. Apesar disso, logo assim que nascemos afastamos-nos do ambiente aquático e passamos a usar a água em vez de estarmos nela, o que normalmente traz uma sensação de estranheza quando somos imergidos nela pelo primeira vez, ou até mesmo a ideia de o fazermos nos pode causar temores e aversão.

O medo é um sentimento inerente ao ser humano, quer pelo lado do desconhecido, quer pelo lado protetor que ele nos induz face a situações de risco eminente.
Mas há um tipo de medo que não é inato em nós, que é aquele que acontece em virtude do irracional, do que não é explicável.

Origens do Medo

Existem 3 teorias como as principais razões pelas quais uma pessoa pode desenvolver fobia:

Teoria do pré-preparação: o senso natural de perigo, que aparece em determinadas situações. Ele é extrapolado em alguns casos, o que induz um medo excessivo, fora de controle.
Teoria do adquirido: induzido por elementos externos, como pais, amigos ou outras fontes, face á exacerbação de um determinado risco.
Teoria do Trauma: acontece em pessoas que viveram situações de perigo no meio aquático, algumas com eventual risco de vida.

Tratando o medo:

O medo é passível de ser superado, para isso é necessário re-treinar o nosso mecanismo interno de defesa, e fazê-lo de forma consentida, num ambiente seguro e tranquilo de forma a que não posso haver o risco de um recalcamento sobre o trauma adquirido. Se esta abordagem for efetuada de forma lenta e gradual, o objeto de origem de tal fobia passará a ser encarado como algo tolerável.

Os técnicos da Hobbyvida tem formação específica e estão preparados para ajudá-lo(a) a vencer a sua fobia em relação à água e a ultrapassá-la com tranquilidade, para que possa atingir um elevado nível de relaxamento em meio aquático que lhe permita aprender a nadar e alcançar o seu objetivo.

fonte: http://www.raquelnatacao.com.br/artigos/medo-de-agua/

Has one comment to “Hidrofobia – O medo da água”

You can leave a reply or Trackback this post.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Email address is required.